Jornadas alquímicas de iniciação feminina pelos caminhos da Sexualidade, da Dança e da Conexão com a Natureza... (Dúnia La Luna)
"A Serpente é o entendimento de todas as coisas e a compreensão da vacuidade d'elas. Seguindo um caminho que não é o de nenhuma ordem nem destino, ela ergue-se á Altura que é a sua origem... Ela é o entendimento de tudo, a fusão dos opostos, do bem e do mal, a da valia da emoção como emoção e da vontade como vontade... " (Fernando Pessoa)



quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Banho Sagrado Banho!

Banho Índigena - imagem da internet
Em antigas civilizações e culturas o banho sempre esteve ligado a momentos únicos de rituais de passagem e celebração... Entre as mulheres estava a serviço também da transmissão de saberes e cuidados femininos.
Para as nossas ancestrais a água é um ser sagrado assim como as montanhas, as plantas e as árvores. Mistica ou instinto as mulheres obtinham o poder do espírito da natureza a seu favor: o poder essencial e aromático das plantas, das ervas, a cura através da terra e das águas límpidas. 
Hoje esse espírito se reduziu à ciência comprovada da aromaterapia, fito, argilas, as águas vibracionais, etc... Oantigos não sabiam das coisas da vida pelo estudo delas, eles sabiam das coisas pela relação com a natureza e dessa relação lhes era revelado um conhecimento que o homem moderno ainda demora séculos para comprovar!
O banho para esses ancestrais era um espaço de sanação, rito, cura e relação com a vida!
Preparo de Banhos - Egito - Imagem internet
Entre os Egípcios e Gregos antigos descobriu-se nos banhos infindáveis benefícios terapêuticos que se tornou habito popular de saúde e relaxamento.
Entre os Romanos os banhos eram locais públicos de encontro e confraternização, espaços de relaxamento e compartilhamento. Longe de ser privado era uma espaço social e partilhado. 
Dos Haréns da cultura Otomana se existe algo a realmente ser cobiçado pela fantasia ocidental são os banhos! Seguido de massagens e óleos aromáticos os banhos turcos ou Hamam foram herdados na verdade do império Bizantino e ele tornou-se principalmente um lugar onde as mulheres Otomanas, podiam socializar-se, pois, suas vidas eram muito restritas. 

Pinturas Orientalistas - Hamam de Haréns Turkos

Os Hamans  existem até hoje na Turkia onde além de águas termais, ha uma sequência de esfoliação, saunas, óleos e massagens. Entre os árabes ha um ditado que diz que "cuidar da pele é como cuidar da alma."

Pintura Orientalista


Em meu caminhar na relação com a história das mulheres descobri que a nossa civilização é uma das únicas de todos os tempos que vê no banho somente como um momento para higienização. Mesmo que muit@s de nós saibamos que ele pode ser mais que isso em nossas vidas não se encaixam tempos para algo mais prolongado, não estrutura para um espaço mais interessante que um lavatório higiênico conjugado com o vaso sanitário!
Do mesmo modo que os banhos se reduziram à assepsia, a água também foi tolhida. Muito do potencial da Água em nosso modo de viver foi adulterado, moldado, contaminado tirando delas a capacidade da cura. 

Mas é nosso o compromisso de nos fazermos um momento de prazer diário!
Podemos e devemos fazer de nossos banhos um encontro de amor com nós mesmas, com a deusa e com o prazer! Devemos voltar a fazer de nossos banheiros salas de banho. E ter tempo pra viver sua poesia e erotismo. 
Foto da internet
Do meu convívio na natureza desde 2008, nasceu em mim uma relação peculiar com as águas... Ela me ensinou que estava viva e era inteligente. 
Me tornei sua devota, rs... Me banho nelas com muita regularidade e intensidade e assim nasceu o Rito Banho Medicina...A experiência  nunca é a mesma mas sempre há o momento de primeiro chegar na terra abrindo espaço interno em nós, de colher as plantas e ervas para o nosso processo. É possível que queiramos fechar ou abrir um ciclo, que queiramos apontamentos e clareamentos dos sentidos e pra isso usamos ajuda de um oráculo...  Ungimos o corpo e os cabelos... E então mergulhamos em nossas águas profundas e nas águas geladas de Oxum, deixando que ela lave e leve tudo o que estava pesado e tudo o que não nos serve, deixamos que rompam os medos do frio e com ele os espaços do corpo mais trancados e endurecidos... Saímos leve, com o sangue corrente a mil, forte e vibrante... Encerramos com um banho de hidratação suave, aromática e natural, tocando e abençoando o corpo como o real templo que é!

Banho Rito Medicina - Foto Daniela Ribeiro
Um encontro com essa força inteligente, onde imersas, nos contaminamos de vida, como acordar de um sono profundo instantaneamente!
Claro... a água do planeta inteiro de todos os tempos é e sempre será a mesma... 
Água é vida, água é emoção, água é o inconsciente, água de cachoeira é átomo potente e puro de alta vibração fluida, capaz de levar fluxo para as nossas células e vibrações.
O sangue corre mais veloz, as linfas se liberam e todos os íons elétricos do corpo se renovam levando embora as "cargas" antigas.
Um banho dessa magnitude muda a frequência dos pensamentos e emoções trazendo uma limpeza mais profunda e uma necessidade de relaxamento imediatamente após o processo.
Seja lá o que necessitamos reconectar ou curar, a água em seu solo sagrado e original pode fazer isso por nós. É um deleite infinito, e partilhar isso faz parte dele!
Banho medicina - foto: Dúnia La Luna
A cada banho surge a integridade e sacralidade da relação com o nosso próprio corpo!
Um rito de limpeza, de despertar, um rito de sexualidade nata e renovação, de celebração ao nos descobrirmos vivamente como fonte de força e amor!
Banho Rito Medicina - Foto: Dúnia La Luna
 De setembro à março abrimos a temporada na Casa Hetaira!

Banho Rito Medicina - Foto Dúnia La Luna

Banho Rito Medicina - Foto: Dúnia La Luna






E enquanto você não vem aqui para essa experiência, leve um pouco desse saber p/ o seu banho em casa fazendo garrafadas simples para um banho aromático, medicinal e cheio de vida:

Garrafada para higienizar e equilibrar o PH do couro cabeludo, estimular a corrente sanguínea dos poros capilares e higienizar axilas, pés e articulações com maior sudorese:

1 litro de água (de preferência solidarizada)
1 colher de café de bicarbonato de sódio
10 gotas de óleo essencial de Melaleuca (Tea Tree)
5 gotas de óleo essencial Alecrim
5 gotas de óleo essencial de limão

Garrafada para desembaraçar e hidratar os cabelos :

1 litro de água (de preferência solidarizada)
1 colher de sopa de vinagre de maça (melhor que seja orgânico)
20 gotas de óleo essencial de palmarosa
(jogue nos fios, desembarace e enxague abundantemente com água corrente)

Garrafada aromática de hidratação e enxague para o corpo todo:


1litro de água (de preferência solidarizada)
30ml  de mel diluído num pouco de água e chacoalhado com a água acima
20 gotas de óleo essencial de gerânio
10 gotas de lavanda

Lembre de acender uma vela  para o seu banho ganhar uma aura especial.

Finalize com um óleo corporal puro vegetal com algum óleo essencial diluído (geranio e lavanda são magníficos)  para hidratação final!



Para saber sobre os banhos na natureza entre em contato:

dunialaluna@gmail.com
www.ocaminhodaserpente.com.br


  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo de Artigos